Barreiras sanitárias são implantadas em Pereira Barreto

Compartilhe:

O acesso ao município, serão pelas vicinais Saitaro Massuda e Padre Valentim Felipe Stefanoni

A Prefeitura Municipal de Pereira Barreto, através das Secretarias de Saúde, Turismo e Cultura, Transito, Obras e Serviços, Patrimônio Público, Agricultura e Meio Ambiente, com apoio da Defesa Civil, iniciou às 7h desta sexta-feira (02/04), mais uma ação em busca de combater o avanço do novo Coronavírus no município.

A ação se trata de barreiras sanitárias implantadas em dois locais de acesso a Pereira Barreto. O objetivo dessas barreiras é o de cadastrar os veículos que passarem por elas, além de orientar os visitantes quanto aos cuidados com o novo Coronavírus. Os visitantes durante a abordagem, recebem a aferição da temperatura, e se for detectado febre, ou algum sintoma do quadro covid-19, ele deverá ceder mais informações, como pôr exemplo, o endereço que irá se hospedar, o nome e o telefone de contato do responsável do local. Após o fornecimento desses dados o visitante será orientado a buscar o auxílio médico na emergência. No caso de morador, o procedimento será o mesmo.

O acesso no município poderá ser realizado pela vicinal Saitaro Massuda, adentrando a avenida Benedito Jorge Coelho, e também pela vicinal Padre Valentim Felipe Stefanoni, adentrando a avenida Missao Akissue. Os demais acessos do município estão bloqueados.

Somente nesta manhã, as barreiras contabilizaram cerca de 72 veículos que se deslocaram para Pereira Barreto, vindos de várias regiões, como por exemplo, Cachoeira Alta – GO, Belo Horizonte – MG, além dos municípios paulistas de São José do Rio Preto, Santa Fé do Sul, Ilha Solteira, Andradina, Sud Mennucci e Suzanápolis.

A Prefeitura também comunica que o acesso ao Porto Fluvial e praia “Pôr do Sol” não serão permitidos nesses próximos dias.

A Prefeitura tem realizado várias ações e orientações quanto a Covid-19, e com a atual situação que o país vive, com a falta de leitos de UTI e a falta de medicação, além do crescimento dos números de casos positivos da doença no município, se necessário for, a administração pública adotará medidas ainda mais restritivas para conter o avanço da doença. Nesse momento, a população é fundamental para que juntos possamos diminuir esses dados.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *