Pereira Barreto recebe unidade de concentradores de oxigênio

Compartilhe:

Produto veio por intermédio do Deputado Carlão Pignatari após pedido do vereador Nilson

O Governo do Estado de São Paulo disponibilizou para a Estância Turística de Pereira Barreto 1 concentrador de oxigênio. O equipamento será utilizado pela Santa Casa de Misericórdia no tratamento de pacientes positivados com a Covid-19.

A COSEMS/SP (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde) elaborou uma grade de distribuição seguindo critérios técnicos, como a existência de Serviços de Pronto Atendimento (Pronto Socorro, Unidade Mista, PA ou UPA) registrados no SCNES na competência de fevereiro de 2021 e a população registrada na estimativa do Tribunal de Contas da união (TCU) de 2019.

Para os municípios acima de 20 mil habitantes – grupo que Pereira Barreto faz parte – distribuiu-se 1 concentrador por serviço registrado no SCNES. As cidades que possuem de 20 a 400 mil moradores – Pereira Barreto também está incluída – com serviço de Pronto Atendimento registrado no SCNES, foi distribuído um concentrador adicional.

Além dos critérios técnicos adotados pelo COSEMS/SP, a chegada dos concentradores de oxigênio em Pereira Barreto aconteceu por causa do trabalho do Deputado Estadual Carlão Pignatari. O parlamentar recebeu a solicitação do vereador Nilson Alves Martins e conseguiu a liberação do produto para o município.

Os equipamentos vindos dos governos estadual e federal são importantes para o desenvolvimento de Pereira Barreto. Com a crise causada pela pandemia da Covid-19, o poder público municipal tenta ao máximo oferecer um bom atendimento na área da Saúde.

Assim, o prefeito Joãozinho continuará dialogando com os parlamentares estaduais e federais e conta com o apoio de todos os vereadores. A parceria com Nilson tem como objetivo fortalecer a cidade e a expectativa que esse tipo de trabalho seja ainda mais frequente entre o Poder Executivo e Legislativo.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *