Pereira Barreto registra novo caso de leishmaniose em criança de 11anos

Compartilhe:

A Prefeitura da Estância Turística de Pereira Barreto, através da Secretaria de Saúde, registrou mais um caso de leishmaniose em humanos: uma menina de 11 anos. De acordo com informações da Santa Casa, onde ela está internada, a criança se recupera bem e deve receber alta em breve. No município cinco casos foram notificados neste anos de 2021. Uma senhora, contaminada com a doença, morreu.

Ações de limpeza e conscientização são feitas constantemente pela Prefeitura nos bairros da cidade. A leishmaniose visceral é transmitida por meio da picada do mosquito palha. A transmissão acontece quando fêmeas infectadas picam cães ou outros animais infectados, e depois picam o homem, transmitindo o protozoário Leishmania chagasi, causador da leishmaniose visceral.

Esse tipo de leishmaniose afeta os órgãos internos, geralmente baço, fígado e medula óssea. Algumas pessoas não apresentam sintomas. Em outras, os sintomas podem incluir febre, perda de peso e inchaço do baço ou fígado. “O combate a doença deve ser feito o ano todo. A população precisa colaborar mantendo limpos seus quintais”, informou a Chefe do Serviço de Educação Permanente e Gestão Participativa, Keila Fukao.

One thought on “Pereira Barreto registra novo caso de leishmaniose em criança de 11anos”

  1. Boa tarde. A leishimaniose precisa a Prefeitura fazer um trabalho de conscientização da população pra não criar galinhas nos quintais , a culpa maior é da população e quem paga são os cães. Precisa multar quem insiste em criar galinhas e também cada um limpar seus quintais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *