Programa de troca de óleo de cozinha usado continua em Pereira Barreto

Compartilhe:

O Projeto tem apresentado números positivos no município

A Prefeitura da Estância Turística de Pereira Barreto segue com o programa de troca de óleo de cozinha usado por novo. No projeto, os moradores podem levar o óleo usado até os pontos de coleta para receber um litro novo de óleo. A cada 4 litros óleo entregues nos postos de coleta, o morador leva 1 litro novo para casa. O óleo de cozinha utilizado nas residências pode representar um grande perigo para o meio ambiente se não for descartado corretamente.

Os pontos de trocas continuam sendo no prédio do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), localizado Av. Jonas Alves de Melo, 2026, e na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, localizada na Avenida Benedito Jorge Coelho, nº 4736.

A ação é uma parceria entre a Prefeitura Municipal e empresa Ena Coleta de Óleo. Qualquer cidadão pode participar do programa, basta ir até o local de coleta, e lá retirar 1 novo litro de óleo. O programa coletou 3.7 mil litros de óleo de cozinha ao longo de 2020. Já de janeiro a maio deste ano, 1.6 mil litros já foram trocados.

O óleo de cozinha, quando retido no encanamento, causa entupimento das tubulações e faz com que seja necessária a aplicação de diversos de produtos químicos para a sua remoção, prejudicando assim o meio ambiente. Por exemplo se não existir um sistema de tratamento de esgoto, o que não é o caso de Pereira Barreto, o óleo acaba se espalhando na superfície dos rios, contaminando a água e prejudicando a vida de muitas espécies que vivem nesses habitats. Dados apontam que com um litro de óleo é possível contaminar 20 mil litros de água.

Se esse óleo acabar no solo, o líquido pode impermeabilizá-lo, o que contribui com enchentes e alagamentos. Além disso, quando entra em processo de decomposição, o óleo libera o gás metano que, além do mau cheiro, agrava o efeito estufa.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *