CRAS de Pereira Barreto inicia a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência

Compartilhe:

Data é celebrada no dia 1º de Fevereiro e tem o objetivo de disseminar informações sobre medidas preventivas e educativas.

O CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) da Estância Turística de Pereira Barreto, juntamente com o Conselho Tutelar, a Secretaria Municipal de Saúde e com a Legião Mirim, estão realizando a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, que conta com campanha de conscientização, tem o objetivo de disseminar informações sobre medidas preventivas e educativas para evitar a gravidez no período da adolescência.

A campanha tem como tema “Adolescência Primeiro, Gravidez depois: #TudoTemSeuTempo” e remonta ao fato de que uma gravidez na adolescência traz consequências para toda a vida. A gravidez não intencional na adolescência pode trazer consequências para a vida toda, com possibilidade de prejuízos para o desenvolvimento social e econômico dos adolescentes que se tornam mães e pais precocemente, além de riscos à saúde do bebê e da mulher.

Durante o mês de Fevereiro, o tema terá destaque visual e informativo nos setores do CRAS, Conselho Tutelar, Legião Mirim e unidades básicas de saúde, durante os atendimentos e atividades que estão sendo realizadas remotamente. Será também realizada a ampla divulgação da campanha e disseminação de conteúdos metodológicos educativos, através da ferramenta de grupos de WhatsApp em grupos de famílias e adolescentes referenciadas ao CRAS, além de afixação de cartazes alusivos em locais estratégicos que são frequentados por adolescentes e outros pontos importantes de circulação de pessoas no município.

Segundo a Coordenadora do CRAS de Pereira Barreto, Elisangela Scarpa, “essa campanha tem por objetivo a sensibilização, despertar reflexões e diálogos sobre a gravidez precoce. Estamos vivendo um momento atípico e muito difícil, em pandemia do Covid-19, mas precisamos dar alusão a esse tema tão importante, principalmente nesse período em que vários adolescentes estão permanecendo nas ruas, ficando vulneráveis”, destacou a coordenadora.

A estratégia que aborda a prevenção da gravidez não intencional na adolescência a partir do vínculo à atenção primária à saúde (APS) visa enfatizar o plano de vida, o planejamento familiar, a saúde sexual e a saúde reprodutiva, bem como a prevenção de IST/AIDS. Pelo acesso de primeiro contato, vinculação e atenção integral, as demandas e necessidades das pessoas, incluindo os adolescentes, são abordadas em planos de cuidado que se ajustam ao curso da vida. Assim, acompanhar o crescimento e o desenvolvimento, a afetividade, a saúde sexual e reprodutiva e o planejamento familiar, principalmente, são recursos para a promoção de informações para a qualificação de escolhas.

É necessário compreender os adolescentes como indivíduos em busca da construção de uma identidade em desenvolvimento, com cultura própria, demandando práticas capazes de contemplar suas diferentes necessidades de saúde. Na atenção primária à saúde, profissionais da equipe essencial realizam o atendimento aos adolescentes, com promoção do acesso à informação, abordagem de saúde e disponibilidade de métodos para a prevenção da gestação não intencional.

Há vária formas de prevenção à gravidez não intencional na adolescência, tais como:

– Diálogo em casa entre pais e filhos sobre plano de vida, planejamento familiar e consequências sobre decisões e atos;

– Vínculo com uma equipe da atenção primária à saúde;

– Disponibilização de informação e ampliação do acesso aos métodos de anticoncepção;

– Inclusão de adolescentes e jovens na concepção de projetos e programas de prevenção da gravidez não intencional.

Para evitar a gravidez não intencional na adolescência, o diálogo e a informação são nossas principais ferramentas. Converse com sua família e sempre busque orientações em uma unidade de saúde.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *